Blogger Templates

segunda-feira, 27 de abril de 2015

ESTOMATITE

Hoje faz 7 dias que nosso João Vitor está com estomatite, doença que judia demais das crianças, ele não se alimenta pois está com a boca repleta de aftas, chora de dor, dá um desespero , um aperto no coração, não estou indo trabalhar, não tenho como o deixar assim, meu coração sofre, quero ver meu filho sorrindo novamente.
Pesquisei na internet sobre a doença , vou postar aqui , acredito que vai ajudar as mães a entender mais sobre a doença os cuidados necessários para se evitar .


O que é estomatite?

Um monte de aftas doloridas, febre, falta de apetite... Saiba mais sobre essa inflamação bucal que perturba as crianças e tira o sono dos pais

estomatite; bebê; boca;  (Foto: Getty Images)
Se amidalite acomete as amídalas e a tendinite, os tendões, a estomatite afeta o estômago, certo? Nada disso. A palavra estômato, que vem do grego, quer dizer boca. Ou seja, trata -se de uma inflamação da cavidade oral, provocada por vírus, e que se caracteriza pelo aparecimento de aftas, acompanhadas de dor, febre e muito desconforto. Não é à toa que as crianças ficam irritadas e com dificuldade de se alimentar. A má notícia é que o problema é bastante comum em idade escolar e, para desespero dos pais, não há muito a fazer, a não ser aliviar o incômodo. Felizmente, após uns 15 dias, as feridas desaparecem sem deixar marcas. A seguir, respondemos todas as suas dúvidas sobre essa virose.
O que provoca a estomatite?
Normalmente, o vírus responsável é o da herpes simples (HSV-1). Em menor incidência, os da família Coxsackie também podem causar estomatites. Ambos se aproveitam de momentos de baixa imunidade, provocados por uma gripe, por exemplo, para entrar em ação.
Quais são os principais sintomas e áreas afetadas?

Primeiro, a gengiva fica avermelhada e surgempequenas erupções arredondadas. No dia seguinte, aparecem bolhas que se rompem, dando origem a pequenas úlceras, semelhantes a aftas redondas e amareladas, que costumam ter até 5 milímetros. Elas se espalham por toda a boca – sobretudo na gengiva, mas também na língua e até no começo da faringe, próximo às amídalas. Os demais sintomas são febre alta e outros decorrentes da dor, como irritabilidade, falta de apetite e dor de cabeça. Em geral, isso dura de dez a 15 dias, mas o período mais crítico é entre o terceiro e o sétimo dia.
Em que períodos a estomatite é mais comum?
No outono e no inverno, os episódios são mais frequentes, por ser uma temporada de gripes e resfriados que torna o sistema imunológico mais vulnerável. Além disso, a circulação em ambientes fechados facilita a transmissão dos vírus, pela saliva contaminada ou contato com as lesões. A doença é mais comum na primeira infância e pode ocorrer a partir dos 6 meses, quando o bebê para de receber anticorpos da mãe pelo leite materno. A maior incidência se concentra entre 2 e 5 anos, período em que as crianças normalmente já vão à escola e vivem em contato próximo com os colegas.
Pode haver complicações?

É possível, mas não comum, ocorrer uma infecção secundária, devido à baixa da imunidade. Nesse caso, o tratamento requer antibióticos. Na maioria das vezes, a complicaçãomais grave é a desidratação, já que as feridas na boca fazem com que a criança tenha dificuldade em comer e beber.
Como proteger meu filho?

Não há providências totalmente eficazes. Lavar as mãos é sempre bom para evitar vários tipos de contaminação. Outra dica é manter os objetos levados à boca sempre higienizados, com sabão ou detergente – e nada de dividir talheres com os amigos. Prefira brinquedos de plástico, mais fáceis de limpar do que os de madeira, deixando-os imersos em uma solução de hipoclorito de sódio (água sanitária, na proporção de uma colher e meia de sobremesa para um litro de água), e enxaguando bem depois.
Que providência tomar se ele ficar doente?
Escola ou creche, nem pensar, pois pode contaminar outras crianças até que as lesões sequem, o que leva cerca de dez dias. O ideal é ficar em repouso, ingerir bastante líquido e alimentos pastosos frios, pouco ácidos e com o mínimo de tempero. Iogurte, sorvete, gelatina e suco de frutas não ácidas, como maçã e mamão, são boas opções.
Como fazer a higiene bucal?

A proliferação das aftas faz as crianças resistirem à escova de dente, que pode machucar. Assim, mau hálito e sangramentos na gengiva não são raros pela falta de escovação. Bochechos com clorexidina 0,12% ajudam a manter a boca limpa. Os pais podem, ainda, usar gazes embebidas em soro fisiológico para limpar os dentes com delicadeza.
Podem ser administrados analgésicos?

Sim, podem ser utilizados para aliviar os sintomas, assim como antitérmicos, se houver febre. O importante é procurar um médico, para que a dose e o tipo de remédio mais indicados sejam prescritos.
Há risco de recorrência?

Sim, pois o vírus continua no corpo, em estado latente, pela vida toda. Se o sistema imunológico ficar enfraquecido, ele pode voltar a se manifestar, só que com sintomas mais brandos. Ainda bem!
FONTES: Fábio Ramôa Pires, professor da graduação e da pós-graduação em Odontologia da Universidade Estácio de Sá (RJ) e presidente da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral (Sobep); Maria Beatriz Duarte Gavião, professora da área de Odontopediatria da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Taís de Sousa Barbosa, professora da área de Odontopediatria da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Tiago Gara, gastropediatra do Hospital São Luiz (SP).

18 comentários:

  1. Judia mesmo!!Eu lembro que eu tive com uns 7 anos e foi horrível!! A criança fica super enjoada!!

    ResponderExcluir
  2. Que dózinha!
    Eu sabia da doença mas não de toda ela.
    Melhoras pro João!
    Beijos
    www.kyonacaron.com.br

    ResponderExcluir
  3. Minha baby teve, é muito chato
    graças a Deus foi leve
    e ela ficou logo boa
    ★Linda Semana!!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
  4. Temos que ficar atentas a esses sintomas, pois é muito ruim essa doença bjo

    ResponderExcluir
  5. Bem observado temos que tomar cuidados
    ótimas dicas de como cuidar

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oii,
    Tadinho, agente sempre fica muito mal quando eles estão doentes né..
    Melhoras para o João!
    Beijos
    www.umaboamae.com.br

    ResponderExcluir
  7. Graças a Deus minhas filhas nunca tiveram mas judia muito da criança, não é!!! Coitadinhos

    ResponderExcluir
  8. Filho quando esta doente nos deixa em uma aflição tao grande,eles nunca deveriam ficar doente para a nossa alegria kk. bjão

    ResponderExcluir
  9. Melhoras para o João. Boas informações. Ficarei atenta. Beijos! www.rubiasolbakken.com

    ResponderExcluir
  10. A marcela teve quando era bebe tb e incomoda tadinhooo melhoras

    ResponderExcluir
  11. Caramba, a gente fica acabada quando eles ficam dodóis!
    Que bom compartilhar, quanto mais informação melhor!!!
    Melhoras para o João!
    Beijos,
    Camila
    www.baudemenino.com.br

    ResponderExcluir
  12. Tadinho... rezando para ele ficar bom logo.. bjnhs

    ResponderExcluir
  13. Nossa, é de ficar apavorada. Que o João melhore logo, e muito obrigada por essas informações preciosas!

    ResponderExcluir
  14. Melhoras para o João, pq imagino que deve ser horrível, as vezes 1 afta só já incomoda ..


    Bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nossa a Lara teve com 14 meses. Não desejo pra ninguém. A boca chega a sangrar, o bebe não come e não tem remedio =/

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Patrícia, esse é um assunto muito bom para informar em blogs, pois vários bebês tem e os pais muitas vezes buscam saber mais sobre o assunto.
    Aqui a Dri nunca teve estomatite, graças a Deus, mas conheço várias crianças que já tiveram e dá muita peninha...

    Grande beijo
    http://www.amaedadri.com/

    ResponderExcluir
  17. ótimo post, meu afilhado já teve mas ficou bem logo logo graças a Deus
    bjcas
    http://www.estou-crescendo.com/

    ResponderExcluir
  18. Nossa não conhecia a doença.. Como judia dos pequenos.. Tadinho do seu filhote!!

    Melhoras pra ele!!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir